Arquivo do mês: novembro 2010

FreePorto! Esquentando!


Recital da Fafire

Pré-Free 2010!

Falta menos de uma semana para a penúltima FreePorto! E, para esquentar os tamborins, vamos fazer um recital-instantâneo na Fafire, dia 30, a partir das 18h!

Traga seus escritos e suas disposições performáticas, preencha o coração de sentimento pátrio neobúlgaro e junte-se a nós!

FreePorto: a única festa literária do Universo conhecido (e desconhecido) que tem a sua própria micareta!


Marcelino, o jabá e o urubu

Durante a Balada Literária, Marcelino Freire fez questão de divulgar a FreePorto, num jabazinho 3D, com direito a urubu da artista plástica Márcia Brito. Nesta foto, tirada pela querida Ivana Arruda Leite, que esteve com a gente ano passado, Marcelino, todo prosa com Sebastião, como foi batizado por aqui o urubu de Márcia.

Sebastião confirmou sua presença na FreePorto, aliás, e dará voos rasantes malfazejos durante as festas, garantindo alegria e satisfação a todos os presentes, além de anunciar um final trágico. 

Quem quiser conferir, mais uma vez, a programação da FreePorto ou navegar pelas cartas de intenções de nossos governadores, fique à vontade!


A FreePorto 2010 inova o conceito de Festa Literária

Publicado na Revista Algo Mais, dia 18 de nov. de 2010.

Entre os dias 03 e 05 de dezembro, o Bairro do Recife Antigo irá se transformar em um estado autônomo, e imaginário, chamado A República da Nova Bulgária. A FreePorto chega com o objetivo de discutir e refletir o conceito tradicional de festa literária, promovendo uma maior interação do público leitor com a literatura e os escritores. Em sua segunda edição, a proposta é transformar o Recife Antigo em um grande livro vivo.

O bairro será o palco da Nova Bulgária, que constitui um universo fictício, com governo próprio, em que os escritores poderão ser “donos da rua”. A história já começou a ser traçada. Escritores como Ivan Moraes Filho, Moisés Neto, Marcelinho Freire e Sidney Rocha já adquiriram suas terras na Nova Bulgária (que são, na verdade, ruas do Recife Antigo), e serão empossados durante o evento. Cada escritor pode criar as próprias leis dentro da província, e o público leitor poderá participar de uma grande narrativa sobre o casamento da raposa com o rouxinol. 

Promovida pelo grupo Urros Masculinos, a grande proposta do evento é transformar a FreePorto não em uma festa literária tradicional, mas, sim, em uma grande narrativa ao ar livre. Durante a programação, haverá conferências com nomes da literatura pernambucana e nacional, além da presença de escritores como o poeta uruguaio Martín Palácio Gamboa, Mario Prata, Ronaldo Correia de Brito, Nicolas Behr, Bruna Beber, Allan Salles, Aymmar Rodriguéz e Marcelino Freire, além dos representantes da nova geração pernambucana de escritores. 

Este ano, os homenageados da FreePorto são os escritores Lucila Nogueira, Silvana Menezes e Campos de Carvalho. Cada dia do evento é baseado, respectivamente, a partir das obras de cada escritor homenageado. Além disso, fazem parte da programação deste ano apresentações musicais, sessões de leitura, conversas, lançamentos de livros, entrega do 1º Prêmio Pierre Menard de Cover Literário (para quem fizer o melhor texto cover de autor favorito), entre os eventos que acontecerão no decorrer dos três dias.  

O FreePorto irá acontecer, principalmente, na Rua da Moeda e no Espaço Corpos Percussivos.
PROGRAMAÇÃO

No primeiro dia da FreePorto, o escritor e músico uruguaio, Martín Palácio Gamboa irá realizar uma apresentação musical, a partir das 20h, no Espaço Corpos Percussivos. Já a partir das 22h, os escritores pernambucanos Artur Rogério, Wellington de Melo e Bruno Piffardini irão comandar a posse dos senadores da Nova Gulgária, na Rua da Moeda, com participação do músico Allan Sales, que irá interpretar o hino neobulgáro. 

No sábado, dia 04, está previsto um passeio turístico de ônibus, com intervenções literárias, pelas províncias da Nova Bulgária, a partir das 14h, com saída na Rua da Moeda. Já às 14h, duplas de escritores como Allan Sales e Mariane Bigio, Malungo e Isabella Marques, Pedro Américo de Farias e Flô, além de Raísa Feitora e André de Senna, irão se apresentar na Rua da Moeda. O público ainda terá a oportunidade de sabatinar, sem a presença de um mediador, o escritor pernambucano Marcelino Freire. 

Para fechar o penúltimo evento da FreePorto, a partir das 18h, na Rua da Moeda, os músicos pernambucanos João Menelau, Kiko de Carnavale e Zé Manoel interpretarão O Casamento da Raposa na Nova Bulgária. Logo após, a público poderá curtir o show das bandas Sabiá Sensível e Rivotrill.

Para saber mais sobre a programação e as novidades da FreePorto 2010, acesse o site http://www.freeporto.wordpress.com

Link original: http://www.revistaalgomais.com.br/pdf/a_freeporto_2010_inova_o_conceito_de_festa_literaria.pdf


FreePorto privilegia participação do leitor

 Publicado na Folha de Pernambuco

Entre os próximos dias 3 e 5, o Bairro do Recife vai se transformar em um mundo imaginário: a República da Nova Bulgária, povoada por escritores e artistas participantes da FreePorto 2010. O evento, que surgiu com a proposta de subverter o conceito de festa literária, propõe, em sua segunda versão, a construção de uma narrativa viva, com ampla participação do público leitor. Em coletiva de imprensa, ontem, o grupo Urros Masculinos divulgou a programação completa do evento, com destaque para a participação do escritor Mario Prata e o uruguaio Martín Palacio Gamboa.

A história da Nova Bulgária já começou a ser escrita, com a aquisição de lotes de terra (na verdade, diferentes espaços do Bairro do Recife) por escritores, como Ronaldo Correia de Brito, Sidney Rocha, Cida Pedrosa, que serão devidamente empossados durante a festa. Os encontros desta edição, realizados principalmente na rua da Moeda e no Espaço Corpos Percussivos, fazem alusão aos homenageados do evento: escritores Lucila Nogueira, Silvana Menezes e Campos de Carvalho.

Lançando-se como um livro vivo, a FreePorto concede espaço privilegiado ao leitor, a contar com a abertura da festa a cargo do pernambucano Daniel Xavier. Na condição de leitor, ele conversará sobre Campos de Carvalho com os escritores Marcelino Freire e Mario Prata. Em outra atividade, o público, sem a presença de mediador, sabatina Marcelino Freire.

Está previsto ainda um passeio em ônibus, com intervenções literárias, com destino às províncias da Nova Bulgária. A programação conta com apresentação de duplas de escritores, como Pedro Américo de Farias e Flô, além de Jomard Muniz de Britto e o poeta mato-grossense, radicado em Brasília, Nicolas Behr, autor de “Braxília revisitada” e “Laranja Seleta”. Behr participa ainda de uma conversa com a escritora carioca Bruna Beber. Gerusa Leal, Cícero Belmar, Lúcia Moura, Fernando Farias e Raimundo de Moraes se unem na leitura de contos. Algo que também norteará o encontro do critíco Cristhiano Aguiar com o autor premiado Ronaldo Correia de Brito. A programação inclui a participação do escritor cearense Everardo Norões, que vai contemplar sua produção poética. Lançamentos de livros também marcarão a festa, caso de Silvana Menezes, que vai autografar seu primeiro livro publicado, “Vire a página”, e Cristhiano Aguiar, que assina “Os Justos”. Estão previstas também apresentações musicais. A programação completa está disponível no endereço http://free porto. word press.com

 Link original: http://www.folhape.com.br/index.php/caderno-programa/603900?task=view


Inundada! Festa durante a FreePorto!


Conheça a Nova Bulgária

FreePorto 2010 propõe um livro vivo, com cenário no Recife Antigo

Entre os dias 03 e 05 de dezembro, o Bairro do Recife Antigo irá se transformar em um estado autônomo – denominado Protetorado Soberano da Nova Bulgária, ilha em que as ruas são governadas segundo as leis de escritores e poetas –  e as pessoas que lá estiverem serão partícipes de uma narrativa que conta a história do casamento da raposa com o rouxinol.

Surgida em 2009 com a proposta de fazer uma Festa Literária irreverente (em dois sentidos: o do humor e também o de não fazer reverência ao fenômeno que produz literatura de prateleira) e de rever o próprio formato tradicional das festas literárias, a FreePorto, promovida pelo grupo Urros Masculinos, chega a sua segunda e penúltima edição, propondo um “livro vivo”. Nos três dias de evento um grupo de atores e escritores irá encenar a narrativa ao ar livre, O Casamento da Raposa, na qual o público fará parte do elenco. Ainda haverá uma programação de conferências com nomes da literatura pernambucana e nacional, e a presença internacional do poeta uruguaio Martín Palacio Gamboa.

Raísa Feitosa é uma das jovens convidadas da FreePorto

A celebração à literatura não se resume à encenação, mas se alastra por todo no Recife Antigo, local onde acontece a Festa. Durante o evento, o bairro será um grande palco, transformando-se em Nova Bulgaria (em uma referência à obra Púcaro Búlgaro, do escritor mineiro Campos de Carvalho, um dos homenageados do evento), que constitui um universo fictício, com governo próprio, em que os escritores são os “donos da rua” e podem ditar a política do local. O melhor é que todo aquele que comprovar o ofício por meio de seus manuscritos ou similares podem adquirir uma via pública como sua propriedade e mandar uma carta à página da festa, falando de suas boas intenções como “gestor público”. Durante o evento, aqueles que quiserem clamar uma rua como sua, devem fazer uma declaração pública na Rua da Moeda em forma de poema, numa mistura de recital relâmpago e pregão medieval.

Também fazem parte da programação da FreePorto 2010 apresentações musicais, sessões de leituras, conversas, lançamento de livros, entrega o 1º Prêmio Pierre Menard de Cover Literário  (para quem fizer o melhor texto cover de seu autor favorito) e outros eventos com propostas “bastante peculiares” . Este ano, além de Campos de Carvalho, a feira homenageia as escritoras Lucila Nogueira e Silvana Menezes e a referência principal às suas obras está na programação, em que cada evento recebe como título uma frase ou verso deles.  Toda a programação encontra-se na página:  (https://freeporto.wordpress.com/).

Dois eventos, que acontecem na Fafire, irão preparar o caminho para a FreePorto. O primeiro aconteceu no último dia 18, e será um bate papo entre com Bruno Piffardini (Urros Masculinos), o escritor Delmo Montenegro e o professor e crítico literário Johnny Martins (doutorando em teoria literária pela UFCG). O outro será um recital que acontece no próximo dia 30, com a participação de escritores da cena local e alunos escritores da instituição.


Um banquete para a Nova Bulgária

Clique na imagem abaixo para ampliar o convite para o menu de degustação exclusivo da FreePorto.


Programação FreePorto 2010

PROGRAMAÇÃO FREEPORTO 2010

SEXTA-FEIRA – 03 DE DEZEMBRO DE 2010 – ATO I – REPARTIR O PÃO – LUCILA NOGUEIRA

Falarão meus poemas pelas ruas

O escritor pernambucano Roberto Queiroz comanda um recital com seus convidados, a partir das 18h, no Bar Burburinho.

Cigana sim, faca na cintura

O escritor e músico uruguaio Martín Palacio Gamboa faz uma apresentação musical, a partir das 20h, no Espaço Corpos Percussivos.

Mas não demores tanto

O escritor e artista plástico amazonense Pedro Rodrigues lê textos de sua autoria e entrega o 1º Prêmio Pierre Menard de Cover Literário, a partir das 20h30, no Espaço Corpos Percussivos.

E então seremos pedra solitária

O leitor pernambucano Daniel Xavier abre a FreePorto numa conversa sobre Campos de Carvalho com o escritor pernambucano Marcelino Freire e o escritor mineiro Mario Prata, a partir das 21h, no Espaço Corpos Percussivos.

Mudaram só os nomes dos tiranos

O escritores pernambucanos Artur Rogério, Wellington de Melo e o escritor paulista Bruno Piffardini comandam a posse dos senadores da Nova Bulgária, a partir das 22h, na Rua da Moeda. Participação especial do músico e escritor cearense Allan Sales, interpretando o hino neobúlgaro.

A fada chora anunciando a morte

As bandas pernambucanas Gandharva e Voyeur apresentam-se, a partir das 23h, na Rua da Moeda.

O escritor pernambucano Wellington de Melo, acompanhado pelo músico pernambucano Jorge Martins e pelo grupo de maracatu Corpos Percussivos, realiza leitura de poemas do seu livro O peso do medo, 30 poemas em fúria, a partir das 0h, na Rua da Moeda.

SÁBADO – 04 DE DEZEMBRO DE 2010 – ATO II – CELEBRAR A CARNE – SILVANA MENEZES

No Paço Alfândega tudo é vazio

Passeio em ônibus turístico com intervenções literárias pela Nova Bulgária (Bairro do Recife), a partir das 14h, saída da Rua da Moeda.

Pouco lhes importa se eu sei abrir uma porta

A banda Enxaqueca toca a Swingueira da Noiva, com belas canções inspiradas em poemas famosos, a partir das 15h, na Rua da Moeda.

Diz a Tim que depois eu conto tim tim por tim tim

Duplas de escritores se apresentam, a partir das 16h, na Rua da Moeda.

Allan Salles e Mariane Bigio

Malungo e Isabella Marques

Pedro Américo de Farias e Flô

Raísa Feitosa e André de Senna

Não quero mais saber de escrever poemas

O professor pernambucano Alexandre Furtado apresenta a professora pernambucana Renata Pimentel, que medeia um bate-papo com o escritor mato-grossense Nicolas Behr e a escritora carioca Bruna Beber, a partir das 17h, no Café Cultural Fafire – Especial FreePorto, na Rua da Moeda.

Quando soltaram os cachorros loucos era noite

Duplas de escritores se apresentam, a partir das 18h, na Rua da Moeda.

Renata Santana e Vitoria Fulô

Ícaro Tenório e Vertim Moura

Júlia Larré e Bruna Beber

Jomard Muniz de Britto e Nicolas Behr

O Cineclube AZouganda, da Universidade de Pernambuco, exibe filmes, a partir das 18h, no Espaço Corpos Percussivos.

Vi Dom Helder comendo docinhos

A equipe de produção da FreePorto se alimenta e descansa um pouco porque também é filha de Deus, a partir das  19h, onde eles quiserem.

Quero escrever meus versos em teu corpo nu

Os escritores pernambucanos Johnny Martins, Delmo Montenegro e Raimundo de Moraes conversam sobre poesia homoerótica, a partir das 19h45, no Espaço Corpos Percussivos.

À noite sonho com todos os poetas na farra

O público entrevista o escritor pernambucano Marcelino Freire, a partir das 20h30, no Espaço Corpos Percussivos.

Quantas?

O grupo literário Vozes Femininas, formado pelas escritoras pernambucanas Mariane Bigio e Susana Morais e pela escritora paraibana Silvana Menezes, se apresenta, a partir das 21h30, na Rua da Moeda.

Hoje eu vou sair

A escritora paraibana Silvana Menezes autografa seu primeiro livro publicado, Vire a página, a partir das 22h, na Rua da Moeda.

Debruçada diante do papel em branco

A companhia teatral Cia Duvidosa apresenta o espetáculo Esta propriedade está condenada, dirigido por Sidmar Giannette, texto de Tennessee Williams, com os atores Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton no elenco, a partir das 22h30, na Rua da Moeda.

Inundada!

Festa de Despedida de Solteiro com o DJ Mr. Kaya, a partir das 23h, no Bar Burburinho.

Entrada: R$ 5,00

Venda antecipada no local

DOMINGO – 05 DE DEZEMBRO DE 2010 – ATO III – BEBER O VINHO – CAMPOS DE CARVALHO

Nenhum candidato a voluntário

O grupo literário Autoajuda literária, formado pelos escritores pernambucanos Gerusa Leal, Cícero Belmar, Lúcia Moura, Fernando Farias e Raimundo de Moraes, realiza leitura de contos, a partir das 14h, no Espaço Corpos Percussivos.

MSPDIDRBOPMDB

O escritor cearense Ronaldo Correia de Brito e o escritor paraibano Cristhiano Aguiar leem contos, a partir das 14h50, no Espaço Corpos Percussivos.

O senhor já foi à Bulgária?

O escritor pernambucano Wellington de Melo ouve com o público o escritor cearense Everardo Norões falar sobre poesia e ler seus poemas, a partir das 15h30, no Espaço Corpos Percussivos.

Capítulo sem sexo

O escritor paulista Bruno Piffardini conversa com o escritor mineiro Mario Prata, a partir das 16h, no Espaço Corpos Percussivos.

Mandei-o tomar no Ó e não no Zero.

Os escritores pernambucanos Artur Rogério e Martides Silva se apresentam, a partir das 17h, na Rua da Moeda.

Foi no tempo em que os bichos falavam

O escritor pernambucano Aymmar Rodriguéz comanda um recital profano ao deus Pintão e a PPP – Procissão Profana de Poesia, que, acompanhada do Maracatu Fio Terra, sai, a partir das 17h, da Explatônia (conhecido como Marco Zero) em direção à Rua da Moeda.

Até página antiga resolveu aterrissar aqui

Cerimônia d’O casamento da Raposa, a partir das 18h, na Rua da Moeda.

Os músicos pernambucanos João Menelau, Kiko de Carnavale e Zé Manoel interpretam a canção O casamento da raposa na Nova Bulgária.

Saí pra matar o tempo e matei-o

Show com as bandas Sabiá Sensível e Rivotrill, a partir das 19h, na Rua da Moeda.

——

Durante toda a FreePorto

Tempo. Exposição de trabalhos do fotógrafo pernambucano Felipe Ferreira, edição de Fred Jordão, no Bar Burburinho.

Церемония (Tseremoniya). Exposição de painéis do artista plástico pernambucano Raoni Assis, no Espaço Corpos Percussivos.

Jantar com as estrelas. Degustação de pratos de cardápio homenageando escritores participantes da FreePorto, no Bar Burburinho.

O Poder cai na gandaia! Durante os três dias, toda a cúpula do governo da Nova Bulgária congraçará com os cidadãos, batendo fotos e distribuindo autógrafos na Rua da Moeda e na Rua Tomazina.

——-

Out-Fest – Programação Paralela

Agora a FreePorto também tem sua programação paralela, como toda boa festa literária, promovida com a colaboração do Supremo Ministério da Cultura e Habitação da Nova Bulgária.

Confira nossa esfuziante programação, que acontece sempre no Polo Cruz do Patrão, local aprazível e de acessibilidade estonteante.

04 de dezembro

  1. 1. A dialética negativa de Adorno sob uma perspectiva marxista na obra de João do Morro: intersecções. Palestrante: Nicolai Gagarin, PhD. A partir das 2h (manhã), no Polo Cruz do Patrão. Vagas limitadas.
  2. 2. Um novo olhar sobre a poesia impopular neobúlgara enquanto manifestação incorpórea dos vassalos Rosália Rolha de Poço, Luizinho Mora na Lua e Zeca Cara de Barraca. Palestrante: Ermetildes Zolari, bibliotecária. A partir das 4h (manhã), no Polo Cruz do Patrão. Vagas limitadas.

05 de dezembro

  1. 3. A fenomenologia concreta de Alexandre Kojève na obra de Octavio Paz: um itinerário duvidoso. Palestrante: Artur Lins, Margrave do Bom Jesus. A partir das 2h (manhã), no Polo Cruz do Patrão. Vagas limitadas.
  2. 4. Idiossincrasia e contrassensos entre estética e ideologia na nova poética búlgara – uma análise pós-Althusseriana. Palestrante: Bruno Piffardini, Arconte-Litigador. A partir das 4h (manhã), no Polo Cruz do Patrão. Vagas limitadas.

Reservas antecipadas: freeportofestaliteraria@gmail.com


RádioLibre: 1º boletim

Bom dia cidadãos da Nova Bulgária, aqui vos fala Cardona, a voz livre de nossa amada ilha. Podem impedir que vocês me ouçam, mas não podem evitar que me leiam. Sem mais delongas, vamos ao boletim de notícias.

– Triunvirato é visto andando pelas ruas do nosso querido Distrito Federal aos cochichos. As más línguas dizem que estão tramando alguma coisa. *carece de provas*

– A República Federativa do Brasil pede ajuda do Protetorado da Nova Bulgária para a construção do fielzão. O Tutor Metafísico Supremo do Protetorado afirma desconhecer o pedido, mas vai consultar os astros.

– Carga de livros de vampiro que brilham ao sol entra ilegalmente nas terras neobúlgaras. Numa barraquinha de pipoca próximo a antiga Rio Branco, agora Alameda da Gamela Gloriosa, nos foi informado que carga era para uma livraria na província de Alto e Baixo Cume – cidadãos pedem explicação.

Encerramos nossa transmissão, mas de teimosos voltamos em breve.


%d blogueiros gostam disto: